broken



será mesmo possível que volte ao normal? será que alguém tem mesmo a capacidade para me concertar, para juntar todos os pedacinhos que de mim fazem parte? será, para além disto, possível que este estado melhore? mais do que tudo isso, pior é ter de lidar comigo. e ter de lidar comigo significa, em grande parte, ter que lidar com todo o sofrimento, com toda a dor, com tudo isto. tento rodear-me de boas energias, mas tudo parece tão negativo, tão cinzento. não tenho vontade de nada, nem sei de que mais me ocupar. se ao menos visse a dita luz ao fundo do túnel, sempre poderia ter esperança sem que ela fosse irreal, mas de certa forma, não consigo vê-la, como se o meu amor por ti me tivesse cegado... talvez tenha sido exactamente isso. talvez eu esteja cega, completamente cega. não sei se virei a ser feliz novamente. aliás, sei que serei feliz quando cessar de amar, mas como posso fazê-lo? consigo amar-te com tudo aquilo que tenho, sem que mereças qualquer pedaço de sentimento proveniente de mim. mas não sei, não sei como, estou de tal modo cega, enfeitiçada diria até, que não há forma de me desprender de ti, permanentemente. se ao menos soubesses o quanto presa a ti estou, mas nem fazes a mais pequena ideia. aliás, jamais irás fazer alguma ideia, porque jamais conseguirei mostrar-te o quanto te amo: apenas o coração sabe, apenas ele sofre, apenas ele bate por ti.

2 comentários:

  1. tens que arranjar amor (: desculpa, mas ontem não voltei ao msn :c

    ResponderEliminar